Atualidade

Consumo rico em alimentos de elevada densidade energética alteram parâmetros cardiometabólicos desde cedo

10 Jul. 2019

Uma investigação levada a cabo pelo Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), publicada na revista Clinical Nutrition avança que as crianças que, aos 7 anos de idade, têm um padrão alimentar rico em alimentos de elevada densidade energética, apresentam já aos 10 anos maior risco de terem alterações nos seus parâmetros cardiometabólicos que podem levar ao desenvolvimento futuro de doença instalada, como hipertensão arterial, diabetes mellitus tipo 2 e doença cardiovascular.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Opinião

Terapêutica nutricional
Prof.ª Doutora Carla Pedrosa
Disfunção do corpo carotídeo
Prof.ª Doutora Sílvia Vilares